segunda-feira, 29 de abril de 2013

Fundo do mar


Cat Power - Sea of love

















Winter's coming!

Ai, a melhor frase de sempre! Quer dizer, basta pensar nela e já me sinto arrepiada só de pensar no que acontecerá mesmo no Game of Thrones quando o Inverno realmente chegar!
De certeza que vão matar muita gente, quer dizer, o bendito do escritor destes livros adora matar pessoas ás quais o publico já se apegou emocionalmente. Talvez seja para apresentar ás pessoas, ávidas por televisão, such as myself, um fragmento mínimo do que será o sentimento de perda... ou talvez lhe apeteça somente matar pessoas...who knows!



Hoje ainda estou á espera do novo episódio desta ultima temporada e têm sido momentos de enorme angustia, até porque esta é a única série até agora que me levou a esperar uma semana por cada episódio  sem abandonar por completo a série. Por isso, como podem ver, vale totalmente a pena.

Agora a minha personagem preferida: Jon Snow.
Primeiramente, acho extremamente excelente ele ser um Jon e não um John, dá-lhe certa distinção. E depois ele é o filho bastardo do Senhor de Winterfel, odiado pela mulher legitima desse mesmo senhor, e ainda se voluntaria para vigia na muralha que separa a dita "civilização" de todas as criaturas desconhecidas e perigosas. Basicamente, eu adoro-o.



terça-feira, 23 de abril de 2013

Favourite Couple




Me goes crazy

Dia anterior ao dia da defesa nacional:


Fi põe o despertador para as 6:30h da manhã para estar ás 8:15h na praça D.Luis, de modo a apanhar o autocarro para o Alfeite.

Dia da defesa nacional:

Fi acorda, mas não se lembra se foi com o despertador ou por auto-recriação. Nem reparou que ainda estava escuro lá fora, dado que se encontrava mais zombie que outra coisa. Assim sendo, decide ir tomar duche para acordar.

De repente, ouve uma batida na porta:
Mãe: Filipa, o que é que estás a fazer filha?
Fi: Estou a tomar banho, daqui a uma hora vêm-me buscar para ir lá para a tropa.
Mãe: O quê, mas a estas horas?
Fi: Sim, tenho de lá estar ás 8:15h
Mãe:... são três e um quarto da manhã Filipa.
Fi(com o cabelo já semi molhado): ... a sério?


... e eram mesmo três e um quarto...



segunda-feira, 22 de abril de 2013

Blair Waldorf

Aloha!

Hoje estive a ver alguns dos meus episódios preferidos de Gossip Girl. Tenho imensa pena que já tenha acabado, sim porque a minha vida sem séries dramáticas não seria a mesma coisa, e antes de começar a ver GG, nunca acharia que adolescentes de Manhattan dessem tanto trabalho! Se fossem meus filhos, ia tudo para o cantinho!

Enfim, na primeira temporada eu gostava basicamente de todas as personagens (talvez menos do Nate, que apesar de ser extremamente atraente, não tinha uma personalidade muito interessante). A partir da segunda, passei horrores cada vez que a Serena me aparecia á frente, dava-me vontade de a estrangular. E este sentimento estendeu-se para o Dan.

Por outro lado, adoro profundamente a Blair e o Chuck! Adoro-os! Ok, podem ser maus e podem adorar um bom plano maléfico para lixar as pessoas que quiserem, mas ao menos admitem-no e têm imensa piada por isso! E a Blair, para além disto, tem o factor moda a favor dela! Adoro a roupa dela! E aqui vão algumas imagens dela com roupas que eu adoro!










"XOXO, Gossip Girl"

sábado, 20 de abril de 2013

Bridesmaids

Alooo!

Esta quinta-feira, como festa por a primeira fase de testes ter acabado, eu e uma amigas acabámos por ver o filme "Bridesmaids", que na minha opinião é hilariante!!!
Quem estiver deprimido ou a precisar de ânimo, é este o filme indicado: vão soltar sonoras gargalhadas em pouco tempo!










terça-feira, 16 de abril de 2013

Atentados em Boston

A sério, onde o mundo chegou!
É que realmente há pessoas que merecem mesmo sofrer, porque passaram a vida a arruinar vidas e a provocar mais sofrimento. Então porque é que aqueles que mais merecem tudo de bom que o mundo tem para dar é que acabam sempre por sofrer as consequências?

...isto deixa-me mesmo revoltada! Então hoje li uma noticio n'O Publico sobre os atentados em Boston, que me deixou corroída de raiva por dentro!

"Chamava-se Martin, tinha oito anos e estava junto à meta da maratona de Boston à espera do pai. Tinha um prémio para o compensar do esforço. O pai chegou finalmente, ele abraçou-o e voltou para junto da mãe e da irmã. Segundos depois, foi apanhado na primeira explosão. Martin é uma das três vítimas mortais dos ataques desta segunda-feira. A mãe e a irmã ficaram gravemente feridas.

Não importa quanto tempo se demora a chegar, mas quando se corta a meta é sempre uma euforia. Tanto para quem corre como para quem fica a aplaudir. Seria esse o estado de espírito de Bill Richard quando chegou ao fim. O abraço do filho terá sido o único prémio que recebeu, até porque o relógio da maratona já marcava 4 horas, 9 minutos e 43 segundos. Os principais atletas profissionais tinham cortado a meta há hora e meia. Segundo o The New York Times, faltava um quarto dos cerca de 27 mil inscritos, sobretudo atletas amadores, com menos ritmo e que, por isso, demoraram mais a chegar ao fim.

Martin esperava o pai, ao lado da mãe e da irmã mais nova. Avançou para o abraçar e depois voltou para junto delas, enquanto o pai continuou a andar – parar é a pior coisa a fazer depois de correr 42 quilómetros. Foi então que a primeira bomba explodiu, eram 14h50 (hora local). Doze segundos depois, a segunda explosão. O menino morreu logo, a irmã perdeu uma perna, a mãe ficou ferida com gravidade e ambas continuam internadas."




... a sério?! Sinceramente, não há alturas que me deixem mais tentada ao ateismo que isto! 
Como é que Deus deixa que isto aconteça? Como é que o próprio universo permite isto?
Eu sei que talvez seja eu que estou a delirar ao fazer perguntas estúpidas, mas isto não faz sentido...

domingo, 14 de abril de 2013

Psy is back!

                                                              Psy - Gentleman

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Barabarabara Bereberebere!

BOA NOITE!

Ora bem, eu sei que só chove, mas eu sou meia do contra e por isso quero é Verão!!! Eu sei que não é possível mais pimba que isto, mas é tão verano que eu tinha de adorar!

                                                              Michel Teló - Bará Berê


quarta-feira, 10 de abril de 2013

Rihanna and Chris Brown

Rihanna, honey, eu adoro-te, mas assim parece que gostas de apanhar tareia! Como é?


A Praça do Chile

Boa Noite!

Hoje em quanto estava  na loja da minha mãe, tive a ideia para este post, porque acho que aquela zona dava numa bela telenovela. Tudo acontece lá e toda a gente se conhece, então acaba por dar aso a situações muito engraçadas.

Hoje, juntou-se junto ao Millenium BCP um aglomerado de pessoas, e eu só conseguia ver o senhor da loja de ferragens a ser agarrado pelo marido da dona da loja dos móveis, porque senão já tinha batido numa rapariga gorda e com ar chunga que lá anda sempre a pedir. Ela pede, e as pessoas dão, quer seja voluntariamente ou não.
Aparentemente roubou um alicate da loja de ferragens (ou então era o homem que lhe ia bater com o alicate ou assim, acabei por não perceber, mas que roubou alguma coisa, roubou), e já lá estava tudo parado á volta, a ver o conflito. Até carros pararam e tudo para ver!

Depois apareceu o Trinidad ou Cowboy, como lhe quiserem chamar. É um maluquinho sem-abrigo que lá anda e que há alguns anos atrás teve a delicadeza de ser pôr a andar no meio do trânsito todo descascado, só com botas de cowboy, daí o nome. Esse parou no meio da estrada, com o semáforo verde para peões. Em vez de continuar a andar, parou e começou a provocar o carro que estava parado no semáforo.

Ao fim de meia hora, o Cowboy já estava desaparecido, e a policia chegou, para simplesmente dar na cabeça da rapariga ladra. Eu não percebo! É que ela depois foi pedir para o pingo-doce! Como é que ela vai parar de roubar se não for castigada? E apesar de não puder comer, coitadinha, tem dinheiro para telemóveis topo de gama e roupa de marca. Eu não percebo!

Emfim, foi uma hora bastante interessante.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Grrr...Please get out of my head! #6

Oh Meus Deus! Hoje estou mesmo needy e não paro de ouvir esta musica! Jeeez!

                                                        The Script - Breakeven

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Mentores The Voice UK

Boa noite!

Hoje vi um episódio de The Voice UK com os novos mentores e fiquei super feliz!
 E vou passar a apresentá-los:

Jessie J:

A Jessie é inglesa e começou a sua carreira como compositora, pelo que escreveu musicas para artistas como Rihanna, Miley Cyrus, Alicia Keys e Justin Timberlake. 
Em 2010, com a musica "Do it like a dude", ela começou a ser conhecida pela voz. 
Outras musicas: "Price tag", "Domino", "Who you are", "Who's laughing now?"


Danny O'Donoghue:

É um cantor e compositor irlandês, vocalista da banda "The Script".
O primeiro single conhecido, que lançou esta banda, foi "We Cry".
Outras musicas:"The man who can't be moved", "Breakeven", "Hall of fame", "For the first time"


Will.i.am:

Ok, gente da minha geração que não conhece black eyed peas desde quase sempre, são uns desnaturados.
Will.i.am era um dos membros do grupo, que neste momento não percebo se ainda estão juntos ou não, mas aparentemente já não estão juntos. 


Quem é que não se lembra do "Pump it"?

Pump it - The black eyed peas


Tom Jones:

É um cantor pop do País de Gales.


 Eu achava que não conhecia este cantor, até porque não faz parte dos cantores meus contemporâneos até que descobri...tanananammm:



Sexbomb - Tom Jones

E pronto, afinal aprovo :D


Resumindo e concluindo, esta temporada promete!


domingo, 7 de abril de 2013

Promiscuidade no meio das proteinas

Olá a todos!

Bem, esta é a altura de testes e como tal, tenho andado menos inspirada. Isto até descobrir que a matéria que estou a dar pode ser uma fonte de coisas engraçadas a partilhar.
Estava eu muito tranquilamente a estudar BBM (Bioquímica e biologia molecular) quando me deparo com o termo "enzimas promiscuas", ou seja, enzimas que têm pouco especificidade, ou seja, combinam-se com muitos composto para catalisar reacções.

OMG, como a ciência explica a vida real, ou então é a vida real que descreve a ciência. Ou seja, na sociedade das enzimas também há as chamadas pegas, que andam com todos (os compostos, neste caso)!
Sim, para mim passam a ser as enzimas pegas.